22 julho 2016

Rodoviários decidem não fazer paralisação



Em assembleia realizada na sede do Sindicato dos Rodoviários, na tarde de ontem, motoristas, cobradores e fiscais de ônibus aceitaram a proposta, feita pela classe patronal, de reajuste de 9,5% nos salários e de 20% no vale-alimentação. Com isso, foi descartada uma paralisação, que poderia ser colocada em votação caso os trabalhadores rejeitassem os valores oferecidos. Com o reajuste de 9,5%, a remuneração de motoristas passa de R$ 1.929 para R$ 2.113,01; a de cobradores, de R$ 887 para R$ 971,97; e a de fiscais, de R$ 1.247 para R$ 1.366,47. Já o vale-alimentação sai de R$ 205 para R$ 225 e passa a ser pago nas férias. Segundo o Sindicato dos Rodoviários, a aprovação ocorreu por unanimidade. Cerca de 350 pessoas compareceram à assembleia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário