18 agosto 2016

Refinaria Abreu e Lima bate recorde de processamento de petróleo




Abreu e Lima (RNEST) voltou a bater recordes de processamento de petróleo e produção de derivados, em julho. Segundo dados divulgados pela Petrobras, as novas marcas foram obtidas no volume de carga processada, na produção de diesel S-10 e de nafta petroquímica

A unidade do Nordeste fechou o mês de julho batendo, pelo terceiro mês consecutivo, o recorde de carga média processada, com a marca de 99,18 mil barris de petróleo por dia, volume 2,3% maior que o recorde anterior de 96,96 mil barris dia obtido em junho.

A nota indica que em julho foram processados 3,07 milhões de barris de petróleo, carga 4,6% superior ao recorde de maio deste ano, que foi de 2,94 milhões de barris.

Já a produção de diesel S-10, com baixo teor de enxofre, atingiu em julho 373,57 mil metros cúbicos (m³), a maior do país, o equivalente a 32% da produção nacional do derivado. O resultado é 1,7% superior ao recorde anterior, obtido em março deste ano, que foi de 367,39 mil m³.

Já a produção de nafta petroquímica cresceu 1,6% em relação a maio deste ano, até então a maior produção, atingindo o total de 46,64 mil toneladas.

Na nota, a Petrobras avalia que os novos recordes “reafirmam a busca contínua da estatal pelo aumento da eficiência operacional de suas refinarias, com excelência na gestão integrada do sistema de abastecimento, o que contribui para a redução das importações de derivados e para uma maior rentabilidade da empresa”.

Fonte:EBC

Nenhum comentário:

Postar um comentário