03 agosto 2016

Sete mortes têm resultado positivo para dengue e chikungunya em Pernambuco



Em uma semana, Pernambuco confirmou mais 13 mortes motivadas por arboviroses em todo o estado, chegando a 65 mortes. Desse total, sete casos tiveram diagnóstico positivo para dengue e chikungunya ao mesmo tempo. As informações foram divulgadas pela Secretaria Estadual de Saúde. Com os sete óbitos causados pelas duas enfermidades, o estado já soma 65 mortes provocadas pelas doenças transmitidas pelo Aedes aegypti, sendo 34 causadas exclusivamente pela chikungunya. Outras 24 mortes foram ocasionadas pela dengue. Os dados foram coletados desde o dia 3 de janeiro até o último sábado (dia 30). Em 2015, foram 18 óbitos por dengue confirmados no estado.

Ao indiciar 20 investigados na Operação Turbulência, a Polícia Federal apontou o empresário João Carlos Lyra Pessoa de Melo Filho como líder de suposto grupo criminoso e encarregado de entregar propina da empreiteira Camargo Corrêa ao ex-governador Eduardo Campos - morto em acidente aéreo em agosto de 2014 - e ao senador Fernando Coelho Bezerra (PSB-PE), pai do ministro das Minas e Energia do governo interino Michel Temer (PMDB), Fernando Filho. Os valores entregues por João Carlos Lyra, segundo a Polícia Federal, teriam origem nas obras da Refinaria Abreu e Lima, realizada pela Petrobras no Estado de Pernambuco. A Abreu e Lima é alvo de outra Operação da PF, a Lava Jato.

Fonte:Folha

Nenhum comentário:

Postar um comentário