21 novembro 2016

Sem-teto realizam protesto na Zona Norte do Recife e bloqueiam ruas




Um movimento de pessoas sem moradia realiza um protesto na manhã desta segunda-feira (21), na área central do Recife. A manifestação começou por volta das 7h, na Avenida Norte, no bairro de Santo Amaro. Depois, o grupo seguiu em direção à Avenida Cais do Apolo, no Bairro do Recife, onde fica a sede da prefeitura da capital, interditando a rua.

De acordo com a Companhia de Trânsito e Transporte Urbano (CTTU), as duas vias foram liberadas. No momento, eles estão na frente do prédio da prefeitura, sem interromper o tráfego. O protesto começou quando os manifestantes desceram o viaduto do cruzamento da Avenida Norte com a Agamenon Magalhães, onde queimaram entulhos.

O coordenador-geral do Movimento Revolucionário Cidadão, Eraldo Lira, disse que o objetivo do ato é cobrar da prefeitura e do governo do estado a entrega de unidades habitacionais.

“Nós somos de várias comunidades e reivindicamos um lugar para morar. Em janeiro do ano passado, ocupamos o Vila Brasil 1, no Coque. São apartamentos abandonados que a prefeitura começou [a restaurar] e nunca terminou. Eles mandaram a gente arranjar um terreno, a gente já arranjou. Até agora, não tivemos resposta”, afirmou.

Além dessas pessoas, outro grupo, que, em 2014, ocupou um antigo depósito do Departamento de Trânsito (Detran) no bairro do Rosarinho, reivindica a garantia da entrega de moradias de um conjunto habitacional no Canal do Jordão, que está em construção.

“A Cehab [Companhia Estadual de Habitação] disse que a gente ia morar lá. Nós temos o documento. Na semana passada, o secretário de Habitação, Marcos Baptista, disse que não, que a gente só ia receber as chaves dos apartamentos em 2020, possivelmente, quando começasse a nova etapa do habitacional. As pessoas não querem viver de auxílio-aluguel”, desabafou.

Fonte:G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário