29 dezembro 2016

Ministério da Educação antecipa R$1,25 bilhão para complementar salário de professores de 9 Estados

O governo federal liberou neste mês de dezembro um bilhão e duzentos e cinquenta milhões de reais para complementar o piso nacional dos professores de nove estados brasileiros. Municípios que recebem ajuda da União também vão ser beneficiados com a antecipação. O dinheiro faz parte dos repasses do Fundeb, Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação.
Este pagamento, que poderia ser feito até abril do ano que vem, vai estar disponível nas contas até esta quinta-feira. Na mesma data também deve sair o pagamento do saldo restante de 2015.

Os Estados que vão receber o repasse para o pagamento do piso são: Alagoas, Amazonas, Bahia, Ceará, Maranhão, Pará, Paraíba, Pernambuco e Piauí, sendo que o Estado do Maranhão vai ser o que deve receber o maior valor, cerca de 312 milhões e 200 mil reais.

Em 2017, o valor que vai ser repassado para os Estados e municípios vai ser ainda maior: um bilhão e 290 milhões de reais. Além disso, o valor mínimo pago anualmente por aluno também terá um acréscimo e passará a ser de dois mil e oitocentos e setenta e cinco reais.
O reajuste salarial para os professores deve ser definido até a segunda semana de janeiro de 2017. O piso, hoe em dia, é de dois mil, centro e trinta e cinco reais e sessenta e quatro centavos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário