05 dezembro 2016

Viúva de piloto da Lamia diz que marido 'não era um assassino'





Em entrevista ao programa "Fantástico", da Rede Globo, a esposa do piloto da Lamia Miguel Quiroga, que comandava o avião com jogadores da Chapecoense, disse que o marido não era um assassino.
"Eu entendo a dor de todas as pessoas, mas meu marido nunca colocaria por vontade própria a vida e a de outras pessoas em risco. Meu marido era um homem responsável, que amava o que fazia. Ele não era uma pessoa má. Não era um assassino", opinou Daniela Pinto.
"Ele estava muito bem preparado. Meu marido levava a aviação muito a sério. Eu entendo o horror de todos. Eu também perdi meu marido, tenho filhos", complementou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário