05 janeiro 2017

Celpe é líder do ranking de reclamações em 2016 do Procon-PE

O procon de Pernambuco (Procon-PE) divulgou a lista dos serviços que mais sofreram reclamações no órgão, ao longo de 2016. Do total de 28.971 queixas, registradas em todo o ano nas agências do estado, 944 foram sobre a Companhia Energética de Pernambuco (Celpe). Entre os principais motivos das reclamações contra a Celpe estão a cobrança abusiva ou indevida nas contas de energia. Ao todo, foram 67.655 pessoas atendidas.
Em segundo lugar, ficaram as empresas de telecomunicações Telemar - Oi Fixo, que recebeu 761 queixas, e a Oi Móvel, com 522 reclamações para a rede de celular. Ainda de acordo com o Procon, a grande procura para abertura de reclamações contra a empresa também se reflete nos mutirões realizados pelo órgão de defesa do consumidor. Em todas as ações realizadas pelo órgão, a grande procura era por negociações com a companhia energética.
Em quarta posição, está a Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa), que recebeu 507 reclamações em 2016. Em seguida, vem a rede de lojas Eletroshopping, com 472. Ainda entre as 10 mais reclamadas na área de telecomunicações estão: Motorola; Samsung e TIM Nordeste.
Segundo o Procon-PE, 80% das queixas realizadas no ano passado foram resolvidas, cerca de 23 mil casos. O G1 entrou em contato com a Celpe, mas ainda não obteve resposta.
Confira abaixo o ranking com as 10 empresas mais reclamadas de 2016:
1º Celpe - 944
2º Telemar - OI Fixo - 761
3º Oi Móvel - 522
4º Compesa - 507
5º Eletro Shopping - 472
6º Cardif do Brasil Seguros - 443
7º Motorola - 442
8º Caixa Econômica Federal - 425
9º Samsung Eletrônica - 380
10º Tim Nordeste - 363

Nenhum comentário:

Postar um comentário